UE diz que guerra da Rússia corre o risco de desastre nuclear no aniversário de Chernobyl

União Europeia alertou, esta terça-feira, que a invasão da Ucrânia pela Rússia corre o risco de desencadear um novo desastre nuclear na Europa, 36 anos após o acidente na usina de Chernobyl.
As forças invasoras russas controlaram a zona de Chernobyl - o local do pior desastre nuclear do mundo em 1986 - por mais de um mês antes de recuar no final de março.
“Hoje, a agressão ilegal e injustificada da Rússia na Ucrânia coloca novamente em risco a segurança nuclear no nosso continente”, disse a Comissão Europeia em comunicado. 
As forças de Moscovo "atacaram e ocuparam instalações nucleares ucranianas, danificando de forma imprudente as instalações".
“A ocupação ilegal e a interrupção das operações normais, como impedir a rotação de pessoal, prejudicam a operação segura das usinas nucleares na Ucrânia e aumentam significativamente o risco de
acidente”, afirmou.
As tropas russas também tomaram a usina atómica de Zaporizhzhia, a maior da Europa, após um ataque no local que gerou preocupação global.
"Pedimos a Moscovo que devolva o controle da usina nuclear ocupada de Zaporizhzhia às autoridades ucranianas e se abstenha de quaisquer outras ações contra instalações nucleares”.
A Energoatom emitiu seu último alerta sobre os riscos causados ​​pela guerra com a Rússia no 36º aniversário do desastre de Chornobyl.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022
Portugal mantém os preços dos hotéis baixos
29/06/2022
Festival Jazz 2022 regressa em Julho com Ashley Henry, Alfa Mist, Jéssica Pina e GNR
29/06/2022
“Curtas de Vila do Conde” regressa com filmes em 30 locais
29/06/2022
Função pública. Governo e sindicatos voltam a discutir hoje valorizações salariais
29/06/2022
Linha do Norte. Protocolo de "alto nível" sobre passagens superiores previsto ficar concluído até ao final de julho
29/06/2022
Depois da insolvência como estará agora recuperar a empresa têxtil Coelima?
29/06/2022
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022