Reveillon a Norte com reservas entre 25% no Porto e 95% fora dos centros urbanos

As reservas no Porto para a Passagem de Ano estão entre os 25% e 30%, mas há hotéis no Norte com ocupação de 95% fora dos centros urbanos, porque os clientes preferem espaços mais pequenos e longe dos aglomerados.
Dados da entidade regional Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), com base no ‘feedback’ dos seus associados, mostram que os números da ocupação hoteleira para o réveillon também são “muito díspares” ente os seus quatro subdestinos.
No Porto, por um lado, as taxas situam-se entre os 25% e os 30%, no entanto, melhor do que em 2020, onde o registo ficou nos 15%.
Por outro lado, o Douro, Trás-os-Montes e Minho chegam a ter ocupações na ordem dos 95% em espaços de enoturismo, agroturismo e alojamento local, indica a TPNP.
No hotel boutique Douro Suites, concelho de Baião, distrito do Porto, a taxa de ocupação para o réveillon está nos 80% e, depois do recente anúncio das medidas de combate à covid-19, até houve mais procura, porque os clientes preferem “hotéis pequenos e reservados”, explicou Cláudia Amaral, responsável pela unidade hoteleira.
Também no Douro, o Six Senses, em Lamego, diz ter uma “ocupação muito volátil” e, se neste momento está nos 80%, as “desistências, vão acontecendo devido à situação pandémica e casos positivos”, embora haja “pedidos de última hora que compensam as reservas perdidas”, como explicou André Buldini, diretor da unidade hoteleira.
Já no Minho, no FeelViana Sport Hotel, instalado no pinhal da praia do Cabedelo, em Viana do Castelo, o programa de animação para a passagem do ano regista uma taxa de ocupação de 80% nos 55 quartos de que dispõe.
Em Arcos de Valdevez, também no distrito de Viana do Castelo, o Ribeira Collection Hotel, com 36 quartos, apresenta mesmo uma taxa de ocupação de 100% e, até à última quinta-feira, registou apenas um cancelamento de reserva para a ceia da passagem do ano.
Em Braga, dos quatro hotéis no Bom Jesus apenas dois estão em funcionamento e com reservas para 30% da capacidade, em contraste com a taxa de ocupação superior a 90% registada em 2019, segundo adiantou o vice-presidente da Confraria do Bom Jesus do Monte, que gere as unidades hoteleiras. 
O impacto das medidas de contenção da pandemia também se fazem sentir no alojamento local na zona do Gerês.
Já no hotel de cidade DS Hotel Luso Park, em Santa Maria da Feira, na Área Metropolitana do Porto, as reservas estão entre os 20% a 30%, refere Cláudia Amaral, explicando que a procura é “quase nula” para a Passagem de Ano e referindo que as medidas anunciadas pelo governo têm “falta de consistência na comunicação”.
No Porto, Renato Correia, diretor do Hotel Bessa Porto, contou que começaram a registar cancelamentos de reservas logo a seguir ao anúncio das medidas de combate à covid-19.
Mais a norte, no alojamento Casas de Campo Glamping Hills em Santa Comba de Rossas, Bragança, as reservas para a passagem de ano, algumas feitas em agosto, também “começaram a ser canceladas logo no dia” do anúncio das novas medidas e, neste momento, estão “sem hóspedes”. 
Segundo a TPNP, há vários estabelecimentos de hotelaria que continuam a ter dúvidas em relação à aplicação do diploma anunciado a semana passada pelo primeiro-ministro.
“Estabelecimentos de hotelaria que têm discoteca ou espaço para dança ainda não sabem se podem abrir esses espaços e se podem, por exemplo, ter uma banda a tocar e abrir um baile de réveillon e esse facto está a condicionar a efetivação de algumas reservas”, alertam.

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
FPF prevê mais de 100 milhões de euros em rendimentos na época 2022/23
20/05/2022
Douro TGV retoma a viagem com “Tascas da nossa terra”
20/05/2022
Portugal Fashion desfila em Paris por mais seis edições
20/05/2022
Exposição no Porto em homenagem ao sexo feminino
20/05/2022
Preços dos combustíveis em Portugal acima da média da UE
19/05/2022
Frente Atlântica do Porto recebe Regata Solidária no Douro a favor de famílias ucranianas
19/05/2022
Alojamento turístico regista no primeiro trimestre do ano mais 625 mil dormidas no Porto
19/05/2022
Após anúncio de Marcelo, Costa confirma que vai à Ucrânia "no dia em que lá chegar"
19/05/2022
FPF prevê mais de 100 milhões de euros em rendimentos na época 2022/23
20/05/2022
Douro TGV retoma a viagem com “Tascas da nossa terra”
20/05/2022