Precariedade laboral é um dos pontos mais contestados pelos trabalhadores do turismo no Porto

Sindicato alerta para a precariedade laboral e para a degradação que se vive no setor.

Depois de duas semanas de protestos à porta de hotéis na cidade do Porto, os trabalhadores do setor do turismo manifestam-se, esta manhã, na baixa da cidade. Em causa está o descontentamento com os baixos salários, a falta de formação e o excesso de trabalho.
Os hotéis, restaurantes, cafés, pastelarias e similares pagam salários muito baixos.
Centenas de milhares de trabalhadores do setor recebem apenas o Salário Mínimo Nacional de 705€.
Além disso, as empresas não valorizam o trabalho prestado em dia feriado e ao fim de semana.
Os horários de trabalho praticados no setor são muito longos e instáveis, não assegurando a conciliação da atividade profissional com a vida pessoal e familiar dos trabalhadores. 
Devido à falta de trabalhadores nas diversas secções, os ritmos de trabalho são muito intensos e põem em causa, de forma grave, a saúde dos trabalhadores e a qualidade de serviço.
Apesar do grande crescimento de turistas, de dormidas e de receitas, as associações patronais e as empresas recusam negociar a contratação coletiva, negociar melhores salários, carreiras profissionais e condições de trabalho dignas.
As empresas queixam-se da falta de mão de obra, mas não absorvem os formandos das escolas hoteleiras, reclamam junto do Governo a abertura de corredores de imigrantes, mas não garantem formação profissional em técnicas hoteleiras e línguas portuguesa e inglesa, nem contratos como efetivos para os imigrantes.
Com a vinda de imigrantes à força, as empresas o que querem é manter esta política de mão de obra barata, aumentar ainda mais precariedade e pôr em causa os direitos e a qualidade de serviço.
Por isso, estamos em luta por melhores salários, melhores horários, defesa dos direitos, carreiras profissionais e condições de trabalho dignas.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024
U.Porto distingue Nobel da Física 2023 com Honoris Causa
28/05/2024
Município investe 4,65 milhões de euros para habitação na Rua Gisberta Salce Júnior
28/05/2024
Fluvial traz cinco medalhas da Regata Internacional da Amizade
28/05/2024
André Villas-Boas: “Continuaremos a ganhar consigo”
28/05/2024
Sérgio Conceição e família ergueram a Taça de Portugal no relvado de Alvalade
27/05/2024
Jardins do Palácio de Cristal acolhem a Festa da Criança durante três dias
27/05/2024
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024