PJ prende presumível autor de quatro incêndios florestais

O homem de 35 anos terá sido o responsável pelos incêndios que ocorreram em Penafiel.

"Foi detido pela Polícia Judiciária um homem fortemente indiciado pela prática de quatro crimes de incêndio florestal", declara a Direção Nacional da PJ em comunicado enviado às redações.  "A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, com a colaboração da GNR, identificou e deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de quatro incêndios florestais, ocorridos em áreas da freguesia de Duas igrejas e Marecos - Penafiel".
No mesmo comunicado, a PJ explica que o fogo terá sido provocado com recurso a "chama direta, isqueiro, em locais de mancha florestal, relativamente próximos da sua residência". O incêndio colocou em perigo manchas florestais significativas, aglomerados populacionais e habitações, consumindo uma área considerável de cerca de 60 ha.
O detido, de 35 de idade, com antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime, foi presente à competente autoridade judiciária, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Receita de bilheteira da Torre dos Clérigos vai para Coliseu
22/09/2023
Apoio ao alojamento para estudantes deslocados sobe 120 euros no Porto
22/09/2023
Proprietários rejeitam novo travão ao aumento das rendas
22/09/2023
Campanha infame para denegrir o FC Porto continua: “Os métodos utilizados para nos tentar abater não são sérios”
22/09/2023
Fundo de apoio ao Associativismo chega a Campanhã e a Centro histórico
22/09/2023
Porto junta-se à Semana Europeia do Desporto com 13 propostas
22/09/2023
Jovem suspeito de contrafação de moeda e tráfico de estupefacientes
22/09/2023
Uma exposição para recordar 50 anos de liberdade
21/09/2023
Receita de bilheteira da Torre dos Clérigos vai para Coliseu
22/09/2023
Apoio ao alojamento para estudantes deslocados sobe 120 euros no Porto
22/09/2023