Em
O Primeiro de Janeiro

7 Sep 2023, 0:00

113

Município investe 3,3 milhões de euros para transformar a Baixa e Bombarda em “Bairros Comerciais Digitais”

Com vista à dinamização económica e à revitalização do comércio, a Baixa e o Quarteirão de Bombarda estão a ser transformados em “Bairros Comerciais Digitais”. Investimento de 3,3 milhões de euros (1,9 milhões vindos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)) será executado até ao final de 2025 e aponta o foco para a transição digital, o urbanismo e a economia. O ministro da Economia e do Mar visitou, na quarta-feira, lojas e arruamentos que refletem o investimento e as atividades já dinamizadas e conheceu os projetos futuros do Município do Porto para estas duas zonas.

António Costa Silva percorreu as ruas da Baixa acompanhado do vice-presidente da Câmara do Porto e vereador da Inovação e Transição Digital, Filipe Araújo, do vereador das Finanças, Atividades Económicas e Fiscalização e da Economia, Emprego e Empreendedorismo, Ricardo Valente, do vereador do Urbanismo e Espaço Público, Pedro Baganha, e da vereadora do Turismo e Internacionalização, Catarina Santos Cunha, que mostraram ao ministro, in loco, o trabalho de continuidade que vem sendo feito com o investimento municipal na criação de ferramentas digitais que servem a cidade, na renovação do espaço público e na capacitação dos comerciantes locais.

O projeto dos “Bairros Comerciais Digitais” tem como propósito valorizar o comércio de rua ajudando os comerciantes a gerir o negócio com recurso a formas eficientes, a aumentar a visibilidade dos produtos e serviços e a chegar a mais clientes. Do lado de quem compra, procura oferecer maior comodidade e agilidade, assim como acesso a informação agregada sobre as ofertas do bairro.

No total, os 77,5 milhões de euros aprovados vão permitir dinamizar 95 bairros e 25 mil estabelecimentos comerciais em todo o país. Sublinhe-se que a região Norte é a que tem o valor mais elevado de financiamento aprovado (24,9 milhões de euros).

Transição digital ao serviço do dinamismo económico

No Porto, o Baixa Digital promove a regeneração do ecossistema empresarial e a transição digital, assim como a revitalização do espaço público e a prossecução da neutralidade carbónica. Durante a visita do ministro da Economia, que passou, também, pela intervenção na Rua de Alexandre Braga, Pedro Baganha e Filipe Araújo explicaram os planos do Município para a reinvenção da Rua 31 de Janeiro, que passará pela utilização do espaço público ao criar pontos de paragem em detrimento do estacionamento ou pela promoção de uma galeria digital, em parceria com o Maus Hábitos, para trazer a cultura àquela artéria.

Com um investimento global superior a 1,8 milhões de euros (1,1 milhões do PRR), o Baixa Digital, para lá das ações já em funcionamento, como o “Shop in Porto” ou as formações para comerciantes, terá a tecnologia, entre outras valências, ao serviço da promoção de utilização de energia verde e da gestão dinâmica de recursos. O projeto, implementado pela Porto Digital, inclui, ainda, a criação da figura do “Gestor do Bairro”, responsável por garantir a execução das ações, apoio aos comerciantes e monitorização dos dados recolhidos.

Que existirá, também, no Bombarda Digital. Nesta zona, o investimento ronda 1,4 milhões de euros (mais de 876 mil elegíveis pelo PRR) e o plano é intervir no eixo comercial, promovendo a transição digital, mas também na identidade do bairro, promovendo o seu conforto através de navegação inteligente, mobiliário urbano ou mobilidade suave.

A estes eixos, junta-se a projeção de Bombarda como “Bairro de Impacto” através da inovação na internacionalização de uma zona na vanguarda artística e cultural. Por fim, a gestão integrada deste “Bairro Inteligente”, com análise de tráfego, dos efeitos da sazonalidade ou do impacto de eventos. A aposta passa pela comunicação de uma identidade, pela criação de uma plataforma de comércio eletrónico, pelas soluções de realidade aumentada, pelos quiosques digitais ou pela dotação do bairro de fibra ótica de nova geração.

Transição digital assegura futuro das cidades e da economia local

A visita de António Costa Silva e dos secretários de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, e do Planeamento, Eduardo Pinheiro, aconteceu no seguimento da cerimónia de apresentação dos “Bairros Comerciais Digitais”, no Palácio da Bolsa. Na abertura, o presidente da Câmara do Porto desafiou o país a “ambicionar uma verdadeira transformação digital, o que implica a alteração profunda de processos, competências e modelos de negócio das empresas”.

Certo de que “a transição digital é uma oportunidade para as empresas reforçarem a sua produtividade e competitividade”, Rui Moreira sublinha que “o futuro das nossas vilas e cidades encontra-se condicionado pela capacidade de as empresas locais incorporarem tecnologias nas suas operações e estratégias”.

Sobre os projetos aprovados no Porto, o autarca afirmou-se “convicto de que podemos contribuir para a dinamização da economia local e, em simultâneo, promover a adoção de modelos de desenvolvimento urbano mais inteligentes, sustentáveis e inclusivos”.

Com o modelo dos “Bairros Comerciais Digitais”, acredita o presidente da Câmara do Porto, “é possível reunir recursos e soluções para alavancar digitalmente as atividades económicas locais, promovendo ao mesmo tempo a coesão territorial e a qualidade de vida”.

Por seu lado, o ministro da Economia e do Mar considera que este “pode ser um investimento transformador” uma vez que, sublinha, “a digitalização é uma das maiores alavancas da economia no mundo. “O espaço digital multiplica a economia”, garante António Costa Silva, acrescentando que toda essa transformação que se procura “começa na transformação mental”.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024
U.Porto distingue Nobel da Física 2023 com Honoris Causa
28/05/2024
Município investe 4,65 milhões de euros para habitação na Rua Gisberta Salce Júnior
28/05/2024
Fluvial traz cinco medalhas da Regata Internacional da Amizade
28/05/2024
André Villas-Boas: “Continuaremos a ganhar consigo”
28/05/2024
Sérgio Conceição e família ergueram a Taça de Portugal no relvado de Alvalade
27/05/2024
Jardins do Palácio de Cristal acolhem a Festa da Criança durante três dias
27/05/2024
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024