Itália apreende suposto iate de Putin no valor de 650 milhões de euros

O está sob investigação da polícia italiana, e o Ministério da Economia italiano informou, na noite de sexta-feira, o decreto que ordena o seu confisco como parte das sanções impostas pela União Europeia à oligarquia russa.
As sanções da União Europeia contra os oligarcas russos remontam à invasão russa da Ucrânia e, apesar da ordem de confisco do iate de 650 milhões de euros, o nome do seu proprietário não foi revelado.
Segundo jornalistas da equipa dz oposição russa, Alexei Navalny, o navio, que tem mais de 140 metros de comprimento e carrega a bandeira das Ilhas Cayman, pertence a Vladimir Putin, embora oficialmente esteja em nome do oligarca Eduard Khodinatov .
Eduard Khdinatov é o ex-chefe da Rosneft e também dono da mansão Vila Altachiara em Portofino (Noroeste), mas não aparece na lista de bilionários russos certificados.
O iate Scheherazade está no estaleiro desde setembro de 2021, para uma série de trabalhos de manutenção estimados em seis milhões de euros, e segundo a comunicação social italiana, o iate deve estar pronto para navegar em meados de junho.
Colaboradores de Alexei Navalny observaram que toda a tripulação do iate, com exceção do capitão, tem cidadania russa.
O navio, que contém piscina, academia e dois helipontos, incluindo um hangar, é o único no mundo com mais de 140 metros de comprimento, e seu dono é desconhecido.
Desde que as sanções foram aprovadas, a Itália confiscou mais três iates do oligarca russo, além de inúmeros ativos imobiliários no valor de centenas de milhões de euros.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022
Portugal mantém os preços dos hotéis baixos
29/06/2022
Festival Jazz 2022 regressa em Julho com Ashley Henry, Alfa Mist, Jéssica Pina e GNR
29/06/2022
“Curtas de Vila do Conde” regressa com filmes em 30 locais
29/06/2022
Função pública. Governo e sindicatos voltam a discutir hoje valorizações salariais
29/06/2022
Linha do Norte. Protocolo de "alto nível" sobre passagens superiores previsto ficar concluído até ao final de julho
29/06/2022
Depois da insolvência como estará agora recuperar a empresa têxtil Coelima?
29/06/2022
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022