Futebol Clube da Foz homenageado pela Câmara Municipal do Porto

 A Câmara Municipal do Porto recebeu, esta quarta-feira, o mais recente vencedor da Taça da Associação de Futebol do Porto, o Futebol Clube da Foz.

Presidente, dirigentes, jogadores, treinadores e todo o staff do FC Foz foram recebidos na Câmara Municipal do Porto, para uma homenagem pela conquista da Taça da Associação de Futebol do Porto, do passado dia 7 de maio. “Conquistamos uma taça que em muito orgulha todos na cidade do Porto, foi um percurso exigente e difícil, com Marco, Aliança de Gandra, Sousense, São Lourenço do Douro, Pedrouços e Vila Caiz, quatro dos cinco primeiros classificados da Série 2, que vieram abrilhantar ainda mais a nossa vitória”, começou por dizer Eduardo Avides Moreira, presidente do FC Foz, no seu discurso.

Eduardo Avides Moreira agradeceu a todos pela conquista. “Invictos, significa que foram invencíveis, o vosso mérito, dedicação, entrega e desempenho foram muitíssimos bons. Obrigado à Câmara Municipal do Porto, é com grande orgulho que temos esta homenagem, é um sonho tornado realidade”, confessou no seu discurso. “Quero agradecer à minha direção. É uma vitória de todos e uma conquista de todos e estamos cá para continuar o trabalho que temos feito. Somos um clube pequeno em dimensão, mas grande em valores”, vincou ainda Eduardo Avides Moreira.

Com o projeto aprovado para uma obra que vai construir a via Nun’Alvares e contribuir para edificar várias infraestruturas, entre as quais o tão aguardado complexo reclamado pelo FCC. Foz há décadas, Eduardo Avides Moreira não segurou a satisfação por um sonho que vê, finalmente, começar a concretizar-se.

Na sua intervenção, Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, sublinhou o feito do FC.C. Foz, primeiro clube da cidade a conquistar a Taça da Associação de Futebol do Porto. “Todos estão de parabéns, do veterano capitão Alberto Bessa a vestir de preto e branco há 25 anos, ao jovem Luís Cunha, eleito melhor jogador da final, passando pelo treinador Pedro Fonseca, que nunca quis treinar penáltis, porque sempre acreditou que os iam marcar. Sem esquecer o presidente Eduardo Avides Moreira, um líder ambicioso, mas ciente da importância de um crescimento sustentado do clube, os adeptos e amigos do clube também merecem uma palavra de apresso, quem esteve no estádio das Laranjeiras, ou quem viu as imagens da final, não pôde deixar de se arrepiar com a torcida da Foz, onde estavam muito dos mais de 300 atletas da formação do clube. O município do Porto quer não apenas homenagear o Foz pelo troféu alcançado, mas reforçar o nosso compromisso de apoio ao clube”, comentou.

Rui Moreira confirmou aquilo que já se sabia, comprometendo-se a manter o apoio aos clubes do distrital, sem deixar de viajar ao passado: “O desejo antigo do FC Foz de ter um campo próprio, com as medidas regulamentares está mais perto de se tornar realidade, desde que foi aprovada a proposta para a aquisição de um terreno na zona. Ali vai nascer uma infraestrutura à altura das vossas ambições, onde esperamos que prossiga esta rota de sucesso", garantiu, antes de aí sim, puxar atrás a fita do tempo: "O primeiro campo onde joguei futebol foi na Ervilha, lembro-me que era inclinado, o que era invulgar, às vezes dava jeito. Foi lá que marquei o meu primeiro golo de cabeça, o que era relativamente fácil, porque já tinha este tamanho com 12 anos”.

Já José Manuel Neves, presidente da Associação de Futebol do Porto, manifestou o desejo de ver mais clubes da cidade chegar a este patamar para continuar a prestigiar o troféu: “Esperamos que haja mais clubes do Porto que ganhem este troféu. Este passo que o município do Porto deu ao receber este clube que foi vencedor da prova rainha da Associação de Futebol do Porto, é um incentivo a todos os nossos filiados para que amanhã, também eles queiram estar nesta montra. Mas foi também uma forma de dar visibilidade ao futebol distrital e amador. Temos tendência a esquecermo-nos que é o futebol distrital e amador que alimentam as seleções nacionais e isso é extremamente importante”.

Na cerimónia esteve ainda presente Pedro Fonseca, treinador do FC Foz, que não escondeu a satisfação pelo reconhecimento: “Para nós é uma honra sermos recebidos pela Câmara Municipal do Porto, é sinal que conquistamos algo e algo que o clube já merecia pelo crescimento que tem tido nos últimos anos, com maior preponderância do presidente mais recente, o senhor Eduardo Avides Moreira, pelo grande esforço que tem feito para melhorar as nossas condições diárias, de crescer enquanto clube e estabilizar a nossa posição na Elite e ter a ambição de algo superior”.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024
U.Porto distingue Nobel da Física 2023 com Honoris Causa
28/05/2024
Município investe 4,65 milhões de euros para habitação na Rua Gisberta Salce Júnior
28/05/2024
Fluvial traz cinco medalhas da Regata Internacional da Amizade
28/05/2024
André Villas-Boas: “Continuaremos a ganhar consigo”
28/05/2024
Sérgio Conceição e família ergueram a Taça de Portugal no relvado de Alvalade
27/05/2024
Jardins do Palácio de Cristal acolhem a Festa da Criança durante três dias
27/05/2024
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Cinema rodado na Invicta apoiado pela Filmaporto
28/05/2024