Em
O Primeiro de Janeiro

8 Nov 2023, 0:00

128

“Estamos na maior prova de clubes do mundo e todos os jogos são difíceis”

No dia em que chegou às 250 vitórias como treinador do FC Porto na receção ao Antuérpia (2-0), Sérgio Conceição viu o coletivo que comanda atingir os nove pontos no Grupo H, no qual partilha agora a liderança com o Barcelona. Após a partida, o treinador dos Dragões lamentou “a senda de falhar golos cantados” e viu os azuis e brancos a colocarem-se “a jeito”, mas tudo terminou com “uma boa vitória em mais um jogo difícil da Liga dos Campeões”. Com duas rondas por disputar, Barcelona e FC Porto partilham a liderança do Grupo H, ambos com nove pontos, enquanto o Shakhtar Donetsk soma seis.

250 vitórias como treinador do FC Porto
“Aqui trabalha-se bem, com paixão, com ambição, de acordo com a história do nosso clube, mas nos momentos difíceis precisamos de toda a gente a remar para o mesmo lado.”

O resumo do jogo
“Estamos na Liga dos Campeões e o quadro que pintaram aquando do sorteio não era o correto e levou as pessoas a terem pensamentos diferentes dos nossos. Somos nós que trabalhamos e estudamos os adversários e basta ver o que o Shakhtar Donetsk mostrou nos dois jogos com o Barcelona. Estamos em Portugal e infelizmente é normal. É sempre difícil jogar contra o campeão belga e estamos na maior prova de clubes do mundo, por isso todos os jogos são difíceis. Hoje gostei da primeira parte, tivemos situações que preparámos e os jogadores respeitaram o que foi planeado para o jogo, mas faltou algum discernimento com bola. Na segunda parte, depois da expulsão, o Antuérpia baixou as linhas e deu menos espaço, mas continuámos a jogar com impaciência. Continuamos na senda de falhar golos cantados e pusemo-nos a jeito, como se costuma dizer, mas merecemos marcar o segundo golo. Foi uma boa vitória em mais um jogo difícil da Liga dos Campeões. Os jogadores estão de parabéns, mas há um caminho a fazer para uma equipa com muitos jovens e que tem de continuar a evoluir diariamente.”

O batedor do penálti
“Não me apercebi de nenhuma discussão, pois a minha decisão foi transmitida ao capitão e a partir daí está resolvido. Está estabelecido que quem bate os penáltis é o Evanilson ou o Taremi.”

Pepe é o mais velho de sempre a marcar na Liga dos Campeões
“É o jogador mais competitivo com quem trabalhei, não só como treinador, mas também como jogador. É um animal competitivo incrível e coloca a família e o futebol acima de tudo o resto. Faz muitos sacrifícios para se exibir a este nível. É um orgulho e um prazer muito grande trabalhar com um jogador como o Pepe.”

As contas do grupo
“A minha leitura é fácil: ganhámos três pontos importantes, mas agora há que começar a preparar o jogo de sábado com o Vitória de Guimarães.”

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Cidade do Porto recebe meeting internacional de natação artística
23/02/2024
Promotor de estrutura na praia do Ourigo reclama indemnização de 1,7 ME
23/02/2024
Pioneirismo de médico portuense Barreto Guimarães destacado pelo The Guardian
23/02/2024
Remadores portuenses no Campeonato do Mundo de Remo
23/02/2024
Porto recebe Circuito Nacional de Escalada de Bloco
23/02/2024
Agenda do futebol de formação do Boavista FC
23/02/2024
“A história dele não é só importante no FC Porto, mas também no futebol nacional”
23/02/2024
Souto Moura assina megaprojeto imobiliário na antiga termoelétrica do Freixo
23/02/2024
Cidade do Porto recebe meeting internacional de natação artística
23/02/2024
Promotor de estrutura na praia do Ourigo reclama indemnização de 1,7 ME
23/02/2024