Conselho da Europa expulsa oficialmente a Rússia após 26 anos de filiação. Amnistia Internacional considera decisão trágica

O Conselho da Europa expulsou esta quarta-feira a Rússia do principal órgão de direitos humanos do continente, numa ação sem precedentes sobre a invasão de Moscou e a guerra na Ucrânia.

O comité de ministros da organização de 47 nações disse em comunicado que “a Federação Russa deixa de ser membro do Conselho da Europa a partir de hoje”.
Num movimento altamente simbólico após a decisão, a equipa do Conselho da Europa saiu da sede em Estrasburgo e retirou a bandeira russa, dobrando-a cuidadosamente antes de ser levada. 
“Somente as ações da Rússia levaram a esse resultado”, disse a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde. “Esperamos sinceramente que a Rússia um dia retorne aos ideais de paz e democracia e reconquiste sua adesão.”
No início desta semana, a assembleia parlamentar do grupo já tinha iniciado o processo de expulsão e apoiou unanimemente que a Rússia seria expulsa.
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, insistiu na quarta-feira que deixaria o corpo independentemente. Em entrevista à emissora russa RBK, Sergey acusou os países da OTAN e da UE de “abusar de sua maioria no conselho, transformando-o em uma ferramenta para a política anti-russa”. A Ucrânia também é membro do Conselho da Europa.
O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, imediatamente saudou a decisão, twittando que “não havia lugar para a Rússia nos órgãos europeus, pois trava uma guerra bárbara de agressão contra a Ucrânia e comete vários crimes de guerra”.
Não ficou claro qual foi a extensão do apoio à expulsão, uma vez que o Comité de Ministros chegou a um “consenso” a portas fechadas, impossibilitando uma análise completa dos votos.
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, insistiu na quarta-feira que deixaria de ser membro independentemente da votação. 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Distinção do Aeroporto do Porto é "recado para a TAP, numa altura em que tudo corre mal em Lisboa"
26/06/2022
Sonae cria plataforma de emprego para ajudar refugiados ucranianos
26/06/2022
Filmagens do filme “Velocidade Furiosa” obrigam a cortes em vários troços da A24
26/06/2022
Hause Plants anunciam tour com mais de 15 datas em Portugal
26/06/2022
Livro “Norte com Tradição” apresentado este sábado
25/06/2022
Anulação do direito ao aborto nos EUA "interpela todo o mundo", diz Vaticano
25/06/2022
Reunião com enfermeiros não definiu retroatividade e negociações continuam
25/06/2022
Luísa Salgueiro: Câmara do Porto ficou "fragilizada e isolada" com saída da Associação Nacional de Municípios
25/06/2022
Distinção do Aeroporto do Porto é "recado para a TAP, numa altura em que tudo corre mal em Lisboa"
26/06/2022
Sonae cria plataforma de emprego para ajudar refugiados ucranianos
26/06/2022