Em
O Primeiro de Janeiro

24 Feb 2022, 0:00

44

Brasil e Medicina da ULisboa assinam cooperação em ciência, tecnologia e inovação em Saúde

Na quarta-feira, aconteceu em simultâneo em Brasília e em Lisboa, uma cerimónia virtual de assinatura do Memorando de Entendimento para Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde entre o Ministério da Saúde do Brasil e a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Em Lisboa, participaram o Diretor da Faculdade de Medicina ULisboa, Fausto Pinto, também presidente da World Heart Federation, signatário do documento, e Reitor da Universidade de Lisboa, Luís Ferreira, bem como representantes do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) e da Embaixada do Brasil em Portugal. O Embaixador de Portugal em Brasília, Luís Faro Ramos, e o Primeiro-Secretário Tiago Serras Rodrigues participaram a convite do Ministro brasileiro da Saúde, Marcelo Queiroga.
“Estamos a escrever uma nova página nas relações do Brasil e de Portugal” declarou, em suas palavras finais, o ministro brasileiro Marcelo Queiroga, durante a cerimónia oficial.
No início da sessão sobre Memorando que pretende reforçar os laços científicos e acadêmicos, o Ministro Queiroga começou por comparar os Sistemas de Saúde dos dois países, afirmando terem sido estes “a grande trincheira no enfrentamento à Covid-19; sistemas que graças a eles estamos a conseguir conter o carácter pandêmico da doença”, disse.
Apontando o documento assinado, o Ministro reforçou que “esta é mais uma página de sucesso de colaboração dos nossos países”, salientando ainda a importância de “ajudar ao desenvolvimento humano dos outros países de Língua Portuguesa”.
Marcelo Queiroga foi enaltecendo as estratégias clínicas desenvolvidas no Campus Universitário e em especial no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, enviando ainda um afetuoso abraço ao Diretor da Faculdade de Medicina, fez questão de salientar os fortes laços de amizade e de encontros clínicos que os unem desde há vários anos.
Por seu lado, Fausto Pinto agradeceu o especial incentivo do atual Ministro da Saúde como “um dos estímulos para este acordo realizado”. Agradecendo a presença de todas as entidades envolvidas, Universidade, Ministério e Embaixada, reforçou que esse era um carimbo de força para o desenvolvimento daquela que é já uma “relação secular entre os nossos países”.
Sobre o momento que consolida a interação entre as comunidades acadêmicas, médicas e científicas, apelou a que a área da Saúde fosse inspiração suficiente para salvaguardar como bem comum a vida das pessoas. “Estamos a dar mais um passo no cuidado que podemos prestar às nossas populações”.
Caminho feito tanto quanto mais investimento conseguir para estas comunidades que se unem, “é a saúde a maior beneficiária”, explicou o Diretor, não sem igualmente se “identificar em conjunto problemas que afetem os dois países na área da tecnologia e inovação na Saúde”.
Uma cooperação que vê como uma potencialidade de resolução de problemas para o futuro, Fausto Pinto fez notar ainda, com forte empenho, o reforço das necessidades da própria Medicina. “Estes dois anos de pandemia têm mostrado como continua a ser algo universal o investimento na Ciência”.
“Este é um compromisso para o bem de todos, estou seguro que este é mais um passo para o nosso fortalecimento, para o bem da Ciência e da Saúde, quer em Portugal, como no Brasil” declarou.
O Embaixador residente no Brasil, em representação de Portugal, fez questão de dar dois reconhecimentos iniciais, “às autoridades do Brasil pela entrega da primeira vacina nacional, que foi atribuída para a cooperação internacional. O segundo reconhecimento da chancela do Ministro, aos Hospitais portugueses residentes no Brasil. Tudo o que se possa fazer para fundamentar a cooperação é bem-vindo” declarou Faro Ramos.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022
Portugal mantém os preços dos hotéis baixos
29/06/2022
Festival Jazz 2022 regressa em Julho com Ashley Henry, Alfa Mist, Jéssica Pina e GNR
29/06/2022
“Curtas de Vila do Conde” regressa com filmes em 30 locais
29/06/2022
Função pública. Governo e sindicatos voltam a discutir hoje valorizações salariais
29/06/2022
Linha do Norte. Protocolo de "alto nível" sobre passagens superiores previsto ficar concluído até ao final de julho
29/06/2022
Depois da insolvência como estará agora recuperar a empresa têxtil Coelima?
29/06/2022
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022