Boris Johnson quer organização do Euro 2028 entregue à Ucrânia

Posição conhecida esta quinta-feira, apesar de Inglaterra e Irlanda também serem candidatos ao evento.

O primeiro-ministro inglês sugere que a organização do Euro 2028 seja entregue à Ucrânia.
Boris Johnson criticou a manutenção da candidatura da Rússia e defende que seja a invadida Ucrânia a organizar o evento.
“A ideia de a Rússia organizar qualquer torneio de futebol ou qualquer evento cultural é para lá de satírico. Não acredito que alguém possa considerar essa proposta e defendo que a Rússia retire todas as forças da Ucrânia e lhes entreguem a organização”, disse Boris Johnson em Bruxelas, à margem de uma reunião da NATO.
Esta tomada de posição britânica surge, apesar de Inglaterra e Irlanda serem candidatos à organização conjunta desse mesmo Euro.
A ofensiva militar lançada na madrugada de 24 de março pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de dez milhões de pessoas, mais de 3,6 milhões das quais para os países vizinhos, de acordo com os mais recentes dados da ONU - a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).
Segundo as Nações Unidas, cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.
A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e a imposição à Rússia de sanções que atingem praticamente todos os setores, da banca ao desporto.
A guerra na Ucrânia causou um número ainda por determinar de mortos civis e militares e, embora admitindo que "os números reais são consideravelmente mais elevados", a organização confirmou hoje pelo menos 977 mortos e 1.594 feridos entre a população civil, incluindo mais de 170 crianças.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022
Portugal mantém os preços dos hotéis baixos
29/06/2022
Festival Jazz 2022 regressa em Julho com Ashley Henry, Alfa Mist, Jéssica Pina e GNR
29/06/2022
“Curtas de Vila do Conde” regressa com filmes em 30 locais
29/06/2022
Função pública. Governo e sindicatos voltam a discutir hoje valorizações salariais
29/06/2022
Linha do Norte. Protocolo de "alto nível" sobre passagens superiores previsto ficar concluído até ao final de julho
29/06/2022
Depois da insolvência como estará agora recuperar a empresa têxtil Coelima?
29/06/2022
Vinte e sete aprovam regras para reservas de gás na UE
29/06/2022
Amarante opõe-se a linha de Alta Tensão
29/06/2022