Em
O Primeiro de Janeiro

27 Jun 2022, 0:00

153

Arooj Aftab e Agnes Obel dão concertos em Braga

Arooj Aftab, primeira artista paquistanesa a vencer um Grammy apresenta “Vulture Prince” no dia 28 de junho (Auditório Vita) e a dinamarquesa Agnes Obel atua em data única em Portugal a 12 de julho para mostrar o disco “Myopia”.

Arooj Aftab acaba de vencer o Grammy de Melhor Performance de Música Internacional com a música “Mohabbat”, no qual esteve também nomeada para “Best New Artist”. “Vulture Prince é o terceiro disco da artista paquistanesa (“Bird Under Water” 2014; “Siren Islands” 2018). A viver em Brooklyn, Arooj Aftab viu a sua vida transformar-se da noite para o dia assim que lança “Vulture Prince”. O seu trabalho mistura vários estilos musicais e idiomas, incluindo o jazz, minimalismo e neo-sufi. Em “Vulture Prince”, existe uma delicada combinação entre harpa, guitarra acústica, contrabaixo e percussões que fazem deste disco um dos melhores para praticamente todos os meios especializados (The Guardian, NPR, Pitchfork, Uncut, Songlines Magazine), chegando-lhe a valer o reconhecimento de ser incluída na famosa Summer Playlist de Barack Obama.
O seu sucesso não parou por aqui. O mundo rendeu-se a Arooj Aftab, tendo sido escolhida muito recentemente para versar o poeta sufi persa Rumi nas celebrações do fim do Ramadão na Casa Branca a convite de Joe Biden. Arooj Aftab tem estado nas bocas do mundo, não apenas pela revolução musical que tem criado, mas também por conseguir pôr o público a cantar os poemas seculares do oriente. 
No dia 12 de julho, a misteriosa artista dinamarquesa Agnes Obel também fará uma data única em Portugal no Theatro Circo em Braga. O seu quarto disco “Myopia” coloca-a como uma das mais importantes e independentes artistas da música contemporânea, disco este editado pela gigante Deutsche Grammophon. Descrito pelo Independent como um disco para ser experienciado no conforto de pouca companhia, a data de Agnes Obel no Theatro Circo é a desculpa perfeita para se contemplar um registo desta magnitude. A sua mãe era uma devota de Bartók e Chopin, acabando por esta ser uma das grandes inspirações da artista. 
É indubitavelmente um dos nomes do ano que irá passar por Braga, neste caso no Auditório Vita, dia 28 de junho, com o selo de programação artística do Theatro Circo.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Atletas de alta competição com apoio de 200 mil euros
12/04/2024
Prova de cicloturismo Porto-Gaia Granfondo vai para a estrada este domingo
12/04/2024
Pai e filha detidos no Porto por criminalidade organizada
12/04/2024
Torneio Patricius 2024 regressa ao Parque da Cidade
12/04/2024
Obras da estação do metrobus do Pinheiro Manso terminam no verão
12/04/2024
PSP constitui cinco arguidos em operação de combate à segurança privada ilegal
12/04/2024
Esta é a nova geração da Arquitetura portuense
12/04/2024
Município investe em projetos de inclusão social e combate à pobreza
12/04/2024
Atletas de alta competição com apoio de 200 mil euros
12/04/2024
Prova de cicloturismo Porto-Gaia Granfondo vai para a estrada este domingo
12/04/2024