O Bayern Munique venceu o Benfica por 4-0 na terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.
“Se estava preparado para ser goleado? Nem pensar”, acrescentou Jorge Jesus.
“A partir do golo de bola parada [Sané], e com a entrada do Gnabry, eles começaram a entrar pelo nosso lado esquerdo e por isso é que mudei logo e meti o Everton para poder ajudar o Grimaldo. Foi por aí que eles fizeram os golos. Estivemos sempre inteiros no jogo, o Neuer faz duas defesas de golo, isso também faz a diferença. O resultado é pesado para o que aconteceu no jogo. O resultado devia ter sido outro, o que jogámos durante grande parte do jogo não era para sofrer quatro golos”, acrescentou.
Em declarações à TVI, o técnico encarnado lembra que “sofremos o golo quando começámos a ter mais bola e a criar mais situações. A partir do golo do Sané perdemo-nos completamente em termos táticos”.
“Tenho de dar mérito à equipa do Bayern. Os que entraram conseguiram mexer com o jogo”, reconheceu Jesus.