O secretário-geral do PCP acusou o Governo PS de construir o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “sob o mando de Bruxelas e dos senhores do dinheiro” e não em função das necessidades de desenvolvimento de Portugal.
Num comício em Beja, Jerónimo de Sousa disse que “vemos o Governo, ao mesmo tempo que se empenha numa bem urdida ação de propaganda, a manter a linha de submissão a esses inconfessados interesses do grande capital e aos ditames da União Europeia e do Euro”.

Facebook
Twitter
Instagram