A ação de Gunpowder Milkshake, uma produção da Netflix que estreou recentemente nos cinemas portugueses, desenrola-se em torno de uma belíssima biblioteca. O interior do espaço inspira-se na Livraria Lello, com destaque para uma recriação da emblemática escadaria vermelha.
Em Gunpowder Milkshake, o silêncio e a tranquilidade de uma biblioteca são o disfarce perfeito para o crime, e o cenário improvável e surpreendente de perseguições e tiroteios. As bibliotecárias fazem parte de um grupo de assassinas e os livros são usados para esconder armas. A ação passa-se numa biblioteca cujo exterior se assemelha à Museum Island, de Berlim, e o interior tem claras referências da Livraria Lello, no Porto.
“Só podemos estar felizes e lisonjeados por sabermos que a beleza da Livraria Lello inspirou o cenário do filme onde lemos uma metáfora poderosa: os livros podem ser armas”, assinala a administradora da Livraria Lello, Aurora Pedro Pinto. “Entrar numa biblioteca ou numa livraria é sempre uma oportunidade única para encontrar armas poderosas, munidas de conhecimento, magia e esperança”, acrescenta.
A biblioteca do filme ‘Gunpowder Milkshake’ foi inspirada na centenária livraria portuense – e inclui uma recriação da emblemática escadaria vermelha.
A acção de Gunpowder Milkshake: Mistura Explosiva desenrola-se em torno de uma biblioteca que inclui referências à portuense livraria Lello, com uma recriação da emblemática escadaria vermelha. O filme do realizador israelita Navot Papushado estreou nos cinemas portugueses a 15 de Julho e estará brevemente disponível na Netflix.

Facebook
Twitter
Instagram