Emídio Ferreira dos Santos Gomes vai comandar os destinos da UTAD nos próximos quatro anos. Após a eleição, o novo reitor explicou, aos jornalistas, que o principal objetivo é “olhar para este campus magnífico e afirmar a UTAD como uma universidade em Trás-os-Montes e Alto Douro. É um desafio duro, mas espero continuar o trabalho profícuo que tem vindo a ser realizado”.
Na tomada de posse, a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa lembrou que o país precisa de continuar a ter um “sistema nacional de saúde com qualidade” e considerou que se sente falta de médicos no país.
Ana Abrunhosa, afirmou que “faz todo o sentido” um curso de medicina na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), localizada em Vila Real. A responsável comentou a reclamação que é feita na região com vista à criação de um curso de medicina na academia transmontana.
A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro assinou recentemente um protocolo com o Centro Hospitalar, para a criação de um Centro Académico Clínico. Na forja está o curso de Medicina. O ministro do Ensino Superior garante apoio ao projeto.
O caminho que a UTAD tem trilhado nos últimos anos, certificando o ecocampus e reforçando a ligação à agenda 2030 da ONU e aos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, torna a Universidade um local de encontros, de socialização e promotor de estilos de vida saudáveis.

Facebook
Twitter
Instagram