Os enfermeiros do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel, manifestaram-se, na manhã desta terça-feira, com o objetivo de conseguirem contratações de trabalho definitivas. Cerca de 104 enfermeiros vão ver os seus contratos não renovados, depois de terem estado desde o início da pandemia na linha da frente.
A representante do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, Fátima Monteiro, garante que “todos os lugares destes 104 enfermeiros estão previstos no Plano de Atividade e Orçamento, que a tutela não autorizou”. Fátima Monteiro acrecenta ainda que “este Hospital precisa deles porque tem um projeto breve para um novo serviço e um alargamento de serviço de urgência”.
Uma das enfermeiras que já recebeu a carta de fim de contrato, confessa que “sente que estão a descartar os profissionais e é triste, porque todos querem continuar com o trabalho e a dar apoio aos colegas”.

Facebook
Twitter
Instagram