Os trabalhadores da Nestlé fizeram-se ouvir, na manhã desta segunda-feira, à porta da ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho), para exigir o pagamento das horas extraordinárias, “um pedido feito há cinco anos”, diz um dos trabalhadores presentes nesta manifestação.

Facebook
Twitter
Instagram