A Docapesca obteve a certificação ISO22000, do sistema de gestão da segurança alimentar, para nove lotas nos últimos quatro anos. Foi, também concluída com sucesso a transição para o referencial de 2018 desta norma, informa a Doca.
No presente ano, a certificação ISO22000, atribuída pela Associação Portuguesa de Certificação (APCER), foi alargada às lotas de Setúbal e Quarteira, tendo igualmente sido renovada a certificação das lotas de Póvoa de Varzim, Figueira da Foz, Sagres, Sesimbra, Viana do Castelo, Aveiro e Vila Real de Santo António.
“Sendo a higiene e a segurança alimentar do pescado um dos objetivos estratégicos da Docapesca, a empresa tem vindo a reforçar as condições de segurança e qualidade alimentar através da requalificação dos edifícios e equipamentos e da melhoria dos procedimentos organizacionais, com vista à implementação de um sistema de gestão de segurança alimentar qualificado”, destaca uma nota divulgada pelo Ministério do Mar.
Esta certificação é essencial na medida em que a Docapesca tem a responsabilidade pela aplicação das normas de segurança alimentar ao pescado transacionado nas lotas do continente português, contribuindo também para a valorização do produto e para o reforço da rastreabilidade do pescado e da informação ao consumidor.
A Docapesca é uma empresa do setor empresarial do Estado, tutelada pelo Ministério do Mar, que tem a seu cargo no continente português, o serviço público da prestação de serviços de primeira venda de pescado, bem como o apoio ao setor da pesca e respetivos portos. Dispõe de 22 lotas e 37 postos.

Facebook
Twitter
Instagram