O Hospital de São João, no Porto, quer vacinar mais de dois mil funcionários já amanhã, numa operação de dez horas que mobiliza múltiplas valências do hospital. O processo arranca às dez horas deste domingo, um dia depois de as primeiras doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech terem chegado a Portugal.
Fonte hospitalar reconhece a “operação muito complexa e exigente, que durará cerca de dez horas (das 10h-20h), contando com 25 postos de vacinação durante todo o período, englobando uma larga equipa de enfermeiros”.
Para isso, todo o Centro de Ambulatório, ou seja, a área das consultas externas, que está livre no domingo, será aproveitada para esta operação. As doses serão preparadas pelos Serviços Farmacêuticos do próprio CHUSJ, que funcionaram durante todo o dia.
Foi criado pelos serviços de Sistemas de Informação uma “solução específica de convocatória, registo e monitorização do processo, que nos permitirá ter on-line dados sobre o desenrolar da operação”, adianta ainda a mesma fonte. Para além disso, estará presente o ACES do Porto Oriental, dando apoio nos registos eletrónicos das vacinas.
O CHUSJ terá também um reforço da segurança interna, desde o local de preparação na farmácia aos locais de administração das vacinas.

Facebook
Twitter
Instagram