A Saúde é o tema principal do PortoCartoon 2021, que acaba de ser lançado, com um convite aos artistas do humor gráfico de todo o mundo. A iniciativa do Museu Nacional da Imprensa escolheu como figuras para os Prémios Especiais de Caricatura Martin Luther King e Maria João Pires.
O PortoCartoon continua a seguir os princípios da Organização das Nações Unidas (ONU), dedicando a edição de 2021 à Saúde, o terceiro de uma lista de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos em 2015.
“A saúde é hoje o pilar principal da defesa da humanidade. A COVID-19 – nano vírus sem fronteiras e ainda incontrolável – transformou-se na ‘principal ameaça à segurança mundial’, segundo o secretário-geral da ONU, António Guterres.
Já no que se refere aos Prémios Especiais de Caricatura, a escolha para 2021 do Museu Nacional da Imprensa (MNI) recaiu sobre o Nobel da Paz Martin Luther King, assassinado em 1968. “A situação atual do mundo, a frequente violação dos Direitos Humanos e a necessidade de transformação social para um mundo melhor e livre, para todas as raças – sobretudo as mais segregadas -, dão pertinência a esta escolha”, salienta.
A outra figura escolhida foi a pianista portuguesa Maria João Pires, cuja “forma de tocar piano tem sido frequentemente descrita como mágica, cativante e profundamente poética”, diz a Deutsche Grammophon. Com uma carreira internacional larga e mais de 140 discos editados, Maria João Pires é a portuguesa que se segue a outras figuras como Manoel de Oliveira, José Saramago, Amália, Siza Vieira ou António Guterres.
Esta será a 23ª edição da iniciativa do Museu Nacional da Imprensa que começou em 1998, precisamente com o tema das “Descobertas” e que tem colocado Portugal no pódio do cartoon mundial.

Facebook
Twitter
Instagram