João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente, garante que as novas linhas do Metro do Porto vão avançar, uma vez que “só no Plano de Recuperação e Resiliência, duas das sete linhas (da Metro do Porto) já encontraram o seu financiamento, no próximo quadro comunitário de apoio, em 2021, uma parcela muito significativa das verbas do fundo de coesão serão também afetos à mobilidade, portanto, a escolha das linhas é uma escolha da Área Metropolitana do Porto”.
O Ministro do Ambiente lembra ainda que “a mobilidade coletiva é essencial para a descarbonização” e indica também que se justifica “um sistema em corredor próprio com autocarros elétricos e é um dos sete projetos que está em cima da mesa e virá a ser concretizado ao longo da próxima década”.

Facebook
Twitter
Instagram