O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e Mustafá saíram hoje em liberdade, sujeitos a apresentações diárias às autoridades, no âmbito da investigação ao ataque à academia de Alcochete, anunciou hoje Tribunal do Barreiro.

No comunicado divulgado aos jornalistas são referidos riscos como o perigo de fuga, perturbação do inquérito, continuação da atividade económica, ameaça à ordem pública, mas o juiz Carlos Delca optou por libertar os arguidos, referindo que o Ministério Público não apresentou elementos de prova dos crimes que são apontados, à exceção da droga apreendida domingo na Juve Leo.
Apoiantes de Bruno de Carvalho e também de Mustafá fazem-se ouvir à porta do tribunal do Barreiro, onde se aguarda a saída do ex-presidente do Sporting e do chefe da Juve Leo.

Facebook
Twitter
Instagram