Além da experiência brasileira e europeia no combate aos crimes económicos, será feito, em Luanda, um diagnóstico da situação angolana.

Honazi Farias, ex-delegado da Polícia Federal brasileira e ex- -coordenador de controlo migratório e segurança aeroportuária no Aeroporto Internacional de Garulhos, em S. Paulo, é um dos oradores da 1.ª Conferência Internacional sobre Fraudes e Delitos Económicos, que se realiza nos dias 23 e 24 de Outubro, no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda.
O consultor e professor nas áreas de investigação corporativa e prevenção de branqueamento de capitais participa no seminário, organizado pela World Compliance Association – Capítulo Angola. Honazi Farias irá falar sobre Investigações Corporativas e Compliance, tema do segundo dia, que encerra com a perspectiva europeia dos delitos económicos, com Nuno Guita, investigador e consultor de Gestão de Riscos de Fraude e Corrupção Corporativa.
Os crimes económicos mais frequentes em Angola e o papel do SIC, na prevenção e combate, e da Procuradoria Geral da República na investigação das fraudes económicas darão uma perspectiva da realidade angolana.
Ao longo dos dois dias estarão também em foco técnicas de investigação de fraudes, a fuga ao fisco e a exportação ilícita de capitais, as fraudes nos seguros e em meios electrónicos, bem como a importância do compliance no contexto de desenvolvimento social e económico das empresas em Angola.

Facebook
Twitter
Instagram