Investigação histórica concluiu que o primeiro europeu a chegar à Califórnia em 1542 não era português, mas sim espanhol.

O Monumento Nacional Cabrillo, em San Diego, instalou uma placa a reconhecer Juan Rodriguez Cabrillo como espanhol, corrigindo a ideia de que um português fora o primeiro a chegar à Califórnia em 1542.
A placa foi apresentada pela Casa de Espanha e «reflete a pesquisa mais recente» da investigadora canadiana Wendy Kramer, disse à agência Lusa Andrea Compton, superintendente do Serviço de Parques Nacionais, que gere o monumento.
«Isto não remove a importância que os portugueses têm tido e tiveram até na criação do Parque», explicou Andrea Compton, referindo que a estátua original de Cabrillo foi comissionada pelo Secretariado da Propaganda Nacional de Salazar, em 1939, existindo «várias placas históricas» que se referem ao navegador João Rodrigues Cabrilho como português, tendo em conta «o indicado pelos registos mais antigos».
A placa é temporária e será substituída por uma estrutura permanente com explicação mais detalhada da evolução do conhecimento histórico, que acabou por concluir que Cabrillo nasceu em Palma del Río, Andaluzia.
O navegador chegou à Califórnia a serviço da coroa espanhola, mas durante muito tempo foi-lhe atribuída nacionalidade portuguesa.

Festival reconstitui o desembarque
Patty Camacho, luso-americana que preside ao Cabrillo Festival, – que se realiza este fim de semana na base naval de Ballast Point – disse que «a missão do festival é reconstituir o desembarque e celebrar o que nos tornámos desde que ele chegou», independentemente do seu local de nascimento.
O festival inclui bailarinos lusoamericanos, pratos típicos portugueses, arte e objetos culturais levados pelo Portuguese Historical Center, instituição fundada em 1977. San Diego tem uma comunidade portuguesa de quase vinte mil pessoas, com a maior concentração em Point Loma.
Na edição do ano passado marcaram presença no festival 2.300 pessoas.

 

Facebook
Twitter
Instagram