Conhecido como “Exonerador Implacável”, apelido que lhe foi dado pelo povo, João Lourenço iniciou o seu mandato com dezenas de exonerações.

Desde que tomou posse, a 26 de Setembro de 2017, o Presidente angolano João Lourenço, demitiu governantes e executivos de cargos-chave, ao todo duzentos e trinta.
Com a promessa de combater a corrupção em Angola, o “Exonerador Implacável” surpreendeu ao tocar em personalidades que se julgavam “intocáveis”. Entre as maiores mexidas estão com certeza as que afectaram os filhos do ex-Presidente, José Eduardo dos Santos, com destaque para a prisão de Filomeno dos Santos.
Esta linha do tempo destaca as algumas das principais exonerações ao longo de um ano.

Facebook
Twitter
Instagram