As obras de alargamento da autoestrada A4, no sublanço Águas Santas/Ermesinde, vão estar prontas dentro de dois anos e o novo túnel entra em funcionamento no início de 2019.

De acordo com a empresa concessionária Brisa, a empreitada foi dividida em três fases. A primeira, já em curso, consiste na construção de um terceiro túnel em Águas Santas com quatro faixas de rodagem e custará cerca de 13,5 milhões de euros.
A segunda fase prevê o alargamento e beneficiação do sublanço entre o nó de Águas Santas e o nó de Ermesinde, bem como a reabilitação dos atuais túneis, cada um com duas faixas de rodagem. Vai iniciar “nas próximas semanas, para estar pronta no final de 2020”, custando 13,4 milhões de euros, referiu esta quarta-feira o diretor da Brisa, Vítor Santiago.
Por fim, até ao final do ano, a Brisa pretende lançar um concurso público internacional para a reformulação do nó de Ermesinde e praças de portagem. Esta terceira fase de obra terá um custo aproximado de seis milhões de euros e estará pronta “desejavelmente ao mesmo tempo da segunda fase”, ou seja, dentro de dois anos.
De acordo com a Brisa, o túnel novo, designado como túnel norte, servirá o trânsito Amarante/Porto, enquanto os atuais, central e sul, servirão o trânsito Porto/Amarante.
As obras no túnel central terão início em 2019, enquanto as obras no túnel sul começam em 2020.

Facebook
Twitter
Instagram