A Cerealis investiu sete milhões de euros na ampliação da sua fábrica de cereais na Trofa. Com este investimento, o Centro de Produção da Cerealis ganha uma linha de barras de cereais e automatiza o final das linhas de embalamento de cereais de pequeno almoço, anunciou o grupo agroalimentar liderado por José Marques de Amorim.

Em comunicado, o grupo adianta que irá, agora, desenvolver o portfólio de produtos da marca Nacional com uma nova gama de barras de cereais, que deverá “dar um forte contributo para a redução das importações desta categoria de produtos”.
Com cinco linhas de produção, a fábrica da Trofa fica, agora, com uma capacidade de produção diária próxima das 80 toneladas, junto a um armazém automatizado com capacidade para 10 mil paletes.
A Cerealis, que detém marcas como a Nacional e a Milaneza, e opera em quatro gamas de produtos -bolachas, cereais de pequeno-almoço, massas e farinhas – tem cinco centros de produção em Portugal. Ao pólo fabril gigante na Maia junta as fábricas no Porto, Lisboa e Trofa (cereais).
Emprega cerca de 700 pessoas e tem vendas próximas dos 15 milhões de euros, 25% dos quais na exportação.

Facebook
Twitter
Instagram