A Comissão Europeia propõe-se canalizar para Portugal 4,7 milhões de euros do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização (FEG) para ajudar antigos trabalhadores do setor têxtil e do vestuário e centenas de jovens desempregados a encontrarem emprego.

“Os trabalhadores portugueses foram fortemente afetados pela concorrência mundial. Os 4,7 milhões de euros do FEG ajudarão 730 trabalhadores que perderam os seus empregos, assim como um número equivalente de jovens sem emprego, educação ou formação, a adaptarem as suas competências, facilitando a sua transição para as novas oportunidades”, sustentou a comissária europeia do Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, Marianne Thyssen.
Estas medidas serão complementadas por subsídios, quer para deslocação quer para formação. O custo total estimado destas medidas está fixado nos 7,7 milhões de euros, sendo a comparticipação do FEG de 4,7 milhões. A Comissão Europeia vai ainda ter de submeter a proposta ao Parlamento Europeu e ao Conselho Europeu para aprovação.

Facebook
Twitter
Instagram