Nova sondagem revela que 59% dos britânicos querem permanecer na União Europeia. Brexit está marcado para 29 de março e ainda não há acordo entre Londres e Bruxelas.

Caso tivessem oportunidade de se pronunciar novamente sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, os eleitores britânicos optariam por permanecer numa Europa a 28. Quem o diz é a última sondagem elaborada pela NatCen e pelo The UK in a Changing Europe, publicada esta quarta-feira.
De acordo com esta sondagem, citada pela Reuters, 59% dos britânicos, hoje, optariam por permanecer na União Europeia, ao passo que 41% manteriam o Brexit.
Estes 59% constituem a maior percentagem pelo permanência do Reino Unido desde o referendo de 2016, em que 51,9% dos eleitores optou pelo Brexit.
Em 2016, recorde-se, 17,4 milhões de eleitores votaram para sair da União Europeia, enquanto 16,1 milhões votaram para ficar. Desde então, muito se tem discutido sobre o arrependimento de muitos cidadãos britânicos que se deixaram iludir por promessas feitas pelos partidos eurocéticos. Contudo, o Brexit é para manter, as negociações continuam, e em 2019 consuma-se o ‘divórcio’ entre Londres e Bruxelas.
O autor desta sondagem, John Curtice, no entanto, nota que 53% dos inquiridos revelou ter votado pela permanência em 2016, uma percentagem superior à que se registou na realidade (48,1%), o que não invalida a mudança no sentido de voto atual dos britânicos.
Entre outras conclusões, o especialista nota que “tanto os apoiantes do ‘sair’ como do ‘ficar’ tornaram-se marcadamente mais críticos na forma como o governo do Reino Unido – especialmente – e a União Europeia – menos – têm lidado com as negociações”. Além disso, remata Curtice, os eleitores “tornaram-se mais pessimistas” ao hipotético acordo entre Londres e Bruxelas.
Nesta sondagem, foram inquiridas 2.048 pessoas entre 7 de junho e 8 de julho. A saída do Reino Unido da União Europeia está marcada para 29 de março de 2019, estando ainda por definir as relações futuras entre Londres e Bruxelas.

Facebook
Twitter
Instagram