O Palacete dos Viscondes de Balsemão, na Praça de Carlos Alberto, acolhe a exposição itinerante de fotografia de Eduardo Teixeira Pinto “O Prazer de Fotografar”, a partir das 19 horas da próxima quarta-feira, dia 29.

A exposição é composta por 38 fotografias a preto e branco, dos anos 50, 60 e 70, que foram premiadas a nível nacional e internacional e que abordam diversos temas, com destaque para a Natureza e a figura humana.
Segundo a filha do fotógrafo já falecido e organizadora da exposição itinerante, Cristina Pinto, o objetivo é divulgar a obra para criar, em Amarante, o museu de fotografia e imagem dedicado a Eduardo Teixeira Pinto.
Com fotografias como «Rodopio», «Igreja de S. Gonçalo», «De Regresso», «Tema de Pintores», «Matinal» e «Quietude», entre outras, obteve inúmeros prémios em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente o Grande Prémio Camões (1960), na época uma das mais altas distinções a nível nacional.
Falecido em Janeiro de 2009, Eduardo Teixeira Pinto deixou um espólio fotográfico de valor incalculável, sendo vontade da família promover a sua divulgação com a referida exposição.
O trabalho de Eduardo Teixeira Pinto está patente no Museu Amadeo de Souza-Cardoso (Amarante) com uma exposição permanente. Além disso, em junho de 2014, foi inaugurada uma exposição de 70 fotografias denominada “Aos Olhos de Eduardo”, no Museu Municipal de Ourense (Galiza), fruto de uma parceria entre a Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto e a Fundação Vicente Risco de Alhariz (Ourense). “Aos Olhos de Eduardo” está em itinerância por várias cidades de Espanha.
Facebook
Twitter
Instagram