Presidente destituído a 23 de junho e suspenso da condição de sócio foi notificado da decisão da Comissão de Fiscalização. Bola Branca teve acesso à nota de culpa enviada a BdC.

O presidente destituído do Sporting, Bruno de Carvalho, recebeu, esta quinta-feira, a nota de culpa de um novo processo disciplinar que lhe foi aplicado pela Comissão de Fiscalização do Sporting.
Bruno de Carvalho foi notificado, sabe Bola Branca, da conclusão desse processo disciplinar e tem, agora, um período legal para apresentar a contestação, depois da qual a comissão presidida por Henrique Monteiro deliberará sobre a sanção a aplicar.
No horizonte, está a forte possibilidade de Bruno de Carvalho ser, no cenário mais extremo, expulso da condição de sócio. O mesmo sucede com os vogais da Direção destituída, Luís Gestas e Alexandre Godinho, rostos mais visíveis que se mantiveram até ao fim ao lado de BdC.
Alexandre Godinho integrava a lista de recandidatura de Bruno de Carvalho às eleições de 8 de setembro, rejeitada pela Mesa da Assembleia Geral verde e branca.
Ainda assim, é preciso esperar pela argumentação de Bruno de Carvalho para que a Comissão de Fiscalização decida que castigo irá aplicar.
Para completar o rol de incidentes reprovados pela Comissão de Fiscalização, resta a questão dos bancos. Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho terão feito chegar correspondência às várias instituições financeiras que trabalham com o Sporting, pedindo o congelamento das contas do clube, invocando a condição de dirigentes em pleno exercício de funções.

Facebook
Twitter
Instagram