Principalmente nos maiores aglomerados populacionais está a ocorrer em Timor-Leste o alastramento da epidemia de escabiose, vulgarmente conhecida por sarna. A doença é muitíssimo contagiosa a daí a sua galopante evolução entre alguns milhares de timorenses.

Ao que apurámos a informação ainda não chegou à esfera governamental e nada está a ser feito para encarar a epidemia como um caso de saúde pública que compete às autoridades de saúde, ao estado, combater e debelar. Promovendo o seu tratamento e a divulgação de como ocorre o contágio entre os timorenses.
Perante a análise da referida situação em Timor-Leste, técnicos de saúde que consultámos são de opinião que é realmente um grave caso de saúde pública que tem de ser encarado com emergência pelo Ministério da Saúde, hospitais, centros de saúde, clínicas e respetivos técnicos. Quanto mais tempo passar sem que esses serviços atuem muitas mais pessoas serão contagiados e este caso de ataque à saúde pública será agravado, adquirindo muito maiores dimensões.
É igualmente importante esclarecer as populações através dos orgãos de comunicação social e de equipas criadas para o efeito sobre como evitar o contágio, procedimentos e processo de tratamento.

Facebook
Twitter
Instagram