A greve por tempo indeterminado dos trabalhadores da Unidade de Manutenção de Alta Velocidade (UMAV) da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) ao trabalho extraordinário, que começava este sábado, foi desconvocada, após o anúncio de recrutamento de nove eletromecânicos.

O Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB) anunciou que recebeu da parte da EMEF a confirmação de que se encontra em curso um processo de recrutamento externo, onde se incluem nove eletromecânicos para a UMAV.
“Entendemos que, embora não seja o número ideal de trabalhadores face aos que são necessários, é um princípio de entendimento sobre o assunto, como tal, e após consulta dos trabalhadores, levantamos o pré-aviso de greve, a partir da presente data, esperando manter o diálogo sobre as necessidades da UMAV”, disse, em comunicado, o SINFB.
A greve tinha sido convocada em protesto contra a falta de admissões para a oficina dos comboios Alfa Pendular.
O Ministério do Planeamento anunciou recentemente o reforço do setor da manutenção do material circulante, com o recrutamento de mais 102 trabalhadores para a EMEF.

Facebook
Twitter
Instagram