O Ministério Público pediu prisão preventiva para 54 dos 58 detidos em Portugal.

O Ministério Público pediu esta segunda-feira prisão preventiva para 54 dos 58 detidos em Portugal no âmbito do processo do grupo de motociclistas Hells Angels, avançou um dos advogados de defesa.
A medida de coação máxima foi pedida para quase todos os 59 detidos, sendo que um deles está na Alemanha.
O Ministério Público começou esta manhã a apresentação das medidas de coação, devendo o tribunal ouvir depois os advogados de defesa.
Os interrogatórios, que demoraram três dias, foram feitos no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, perante a juíza Maria Antónia Andrade.
Desconhece-se ainda se a juíza vai proferir o despacho com as medidas de coação hoje, já que ainda terá de ouvir os advogados de defesa.
O processo envolve acusações de associação criminosa, tentativa de homicídio, roubo, ofensa à integridade física e tráfico de droga.

 

Facebook
Twitter
Instagram