No primeiro semestre de 2018, a Câmara do Porto fez cerca de 200 intervenções na via púbica em 16 arruamentos da cidade para regularizar caldeiras de árvores – cova feita em volta do tronco de uma árvore – degradadas e passeios adjacentes.
A arborização das ruas é um ativo paisagístico e ambiental de enorme importância, contudo o desenvolvimento das árvores, nomeadamente das raízes, tem implicado a degradação de passeios e faixas de rodagem em múltiplos arruamentos.
Desta forma, os serviços de Ambiente e da Via Pública municipais têm levado a cabo, desde o início deste ano, uma ação conjunta de intervenção nas zonas mais críticas e que irá continuar de modo a devolver progressivamente aos arruamentos afetados melhores condições ambientais e de mobilidade para os cidadãos.
Facebook
Twitter
Instagram