Teresa May pede a Bruxelas para considerar as suas propostas de forma “séria”.

A primeira-ministra do Reino Unido, Teresa May, pede à União Europeia (UE) que abandone “a posição rígida” que tem adoptado nas negociações sobre o “Brexit”.
Numa entrevista publicada este domingo no The Sunday Time, Teresa May insta Bruxelas a considerar as suas propostas de forma “séria” depois de, na sexta-feira, ter chegado a um consenso com os seus ministros sobre um plano para a futura relação bilateral.
Este plano será aplicável depois do período transitório de 21 meses após a saída dos britânicos da UE, prevista para 29 de março de 2019.
Para estes parlamentares, que, segundo o jornal, preparam uma carta para promoverem uma mudança de líder, a chefe do executivo considera que o desafio atual consiste em “fazer com que a UE leve o assunto a sério e que se sente à mesa das negociações com os britânicos”.
A chefe do executivo assegura ainda que não “dececionará” os 52% de britânicos que votaram a favor do ´Brexit` no referendo de 23 de junho de 2016.
Os deputados pró-´brexit`, chefiados pelo aristocrata Jacob Rees-Mogg, lamentaram que o plano que o governo apresentará esta semana à UE num Livro Branco seja equivalente a permanecer “ligado ao bloco”. E consideram que, tal facto, dificultará a possibilidade de fecharem tratados comerciais com outros países.

Facebook
Twitter
Instagram