Porta-voz do BE recomenda prudência e alerta o governo de que “não pode esperar que PSD lhe sirva de muleta” para viabilizar documento.

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou esta tarde o governo de que “não será possível negociar o OE de 2019”, sem que o de 2018 esteja cumprido, garantindo que “não seria prudente” o executivo socialista “esperar que o PSD lhe sirva de muleta” para dar luz verde ao documento.
No final de um encontro com os representantes dos sindicatos dos professores, a líder bloquista deixou ainda um apelo direto ao ministério da Educação e ao governo para que aceite voltar à mesa das negociações com os docentes.
“Não só em nome do cumprimento da lei do OE e em nome dos direitos dos professores, mas também em nome dos alunos, dos pais (…), que o governo faça o que lhe compete. Volte à mesa das negociações”, referiu.

Facebook
Twitter
Instagram