Pelo menos 280 empresários e representantes de instituições financeiras e governamentais da China vão participar no 13.º Encontro de Empresários em Lisboa, na próxima semana.

“Este ano, vão estar presentes 280 pessoas da China e de Macau”, declarou Xu Yingzhen, secretária-geral do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau).
Além da presença de empresários chineses de todos os ramos de atividade, a vice-ministra do Comércio da China, Gao Yan, vai intervir no encontro, tal como o secretário da Economia e Finanças de Macau, Lionel Leong, e o secretário de Estado para a Internacionalização de Portugal, Eurico Brilhante Dias, entre outros, de acordo com o programa.
“Este é o maior encontro”, com a presença de empresários de vários ramos de atividade e de diferentes zonas da China, responsáveis de organismos oficiais e de bancos e instituições financeiras, frisou Glória Batalha Ung, secretária-geral adjunta indicada pela Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), destacando também a presença de perto de 90 empresários portugueses.
No encontro “China e Países de Língua Portuguesa – Uma nova abordagem pragmática” vão ser assinados mais 20 acordos entre a China e os Estados lusófonos presentes, acrescentou.
O objetivo deste encontro, organizado pelo Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT) e associações empresariais dos países-membros do Fórum Macau, é que “os empresários de cada país encontrem oportunidades de negócio”, disse Xu Yingzhen.

Facebook
Twitter
Instagram