O criador portuense Manuel Tur apresenta o espetáculo “Livro de Horas”, hoje e amanhã, no Rivoli.

O espetáculo, com estreia marcada para as 21,30 horas desta sexta-feira no Pequeno Auditório do Rivoli, consiste numa peça para um ator e um conjunto de vozes gravadas, que parte da reflexão sobre a vida interior do indivíduo no dia a dia.
A questão subjacente prende-se com o que revelamos e o que ocultamos quando subimos ou descemos o pano de cada um dos palcos de que a vida é a sucessão interminável: camas, quartos, salas, corredores, casas, ruas, bairros, cafés, escritórios, jardins, hospitais? Ou, ainda mais importante, que personagens e papéis representamos para nós mesmos, no interior da nossa cabeça?
O “Livro das Horas”, que representa a estreia do também portuense Rui Manuel Amaral na escrita para teatro, parte do “princípio de trabalhar sobre as solidões deste homem”, sendo depois desenvolvido para integrar, além do protagonista, também uma “série de vozes” com quem convive, explica Manuel Tur citado pela agência Lusa, acrescentando: “Primeiro porque fala para preencher o vazio e o silêncio, para ocupar o tempo, mas também pelas coisas que ouvimos do outro lado da parede. Muitas vezes não conhecemos os vizinhos e vamos criando versões, e depois, confrontando-nos com eles, são coisas muito diferentes, ou não”.
Manuel Tur salvaguarda que, apesar do convívio com várias vozes, “não há qualquer tipo de esquizofrenia ou loucura”, mesmo que a peça deixe espaço a “uma série de leituras distintas aos olhos de cada um, de forma muito intencional”. E conclui que “muitas pessoas verão este homem como louco, outras como um solitário, e outras ainda como alguém normalíssimo”.
As vozes são de Mário Santos, Raquel Rosmaninho, Rodrigo Santos e Teresa Arcanjo. Com cenografia de Ana Gormicho, figurinos de Anita Gonçalves, desenho de luz de Cárin Geada e de som de Joel Azevedo, o “Livro das Horas” é uma coprodução do Teatro Municipal do Porto com a companhia A Turma e a Casa das Artes de Famalicão e volta ao palco pelas 19 horas de sábado.
Facebook
Twitter
Instagram