Cerca de duas dezenas de casas foram assaltadas só no mês de maio nos concelhos de Aveiro e de Ílhavo. Os alvos são, sobretudo, as moradias dos emigrantes.

As populações de S. Salvador, Costa do Valado, Oliveirinha e Aradas estão assustadas e reclamam mais policiamento. “A polícia e a GNR vêm cá, mas os ladrões continuam em liberdade e andamos muito assustados”, explicou ao Correio da Manhã Alegria Teixeira, cunhada da proprietária de uma das casas assaltadas.
Os alvos dos ladrões são LCDs e plasmas. Quando as casas têm alarme, cortam a luz e levam o contador.

Facebook
Twitter
Instagram