O trânsito junto ao Cais de Gaia foi reaberto pelas 18:10, quatro horas após o alerta para o despiste de um automóvel que caiu no Rio Douro, vitimando a condutora, indicou fonte dos bombeiros sapadores locais.

A vítima mortal é uma mulher com 78 anos, natural de Vila Nova de Gaia, informou à Lusa a mesma fonte, indicando que a causa do despiste terá sido “excesso de velocidade”.

O alerta para um despiste e queda ao Rio Douro, perto do Cais de Gaia, de um automóvel ligeiro foi dado, segundo informou o comandante Rodrigues Campos aos jornalistas no local, “por volta das 14:00, por viaturas que circulavam no Douro em atividades marítimo-turísticas”.

As primeiras informações apontavam que seriam três os passageiros da viatura, no entanto, após a localização do veículo, cerca das 15:15, o comandante disse à Lusa tratar-se apenas de um ocupante.

A vítima foi retirada cerca de uma hora depois de localizarem o automóvel, de acordo com o comandante da capitania Douro e Leixões.

“O carro foi encontrado no local onde caiu”, referiu o comandante em declarações aos jornalistas no local.

Segundo Rodrigues Campos, no local do despiste não “é muito natural haver acidentes”, porque “há um resguardo, aparentemente forte com um ‘rail’ de ferro”, mas ainda assim “a viatura conseguiu destruir a vedação”.

“Da forma que o rail estava, provavelmente, a causa do despiste terá sido excesso de velocidade”, declarou à Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores de Gaia.

A vítima mortal foi transportada para o Instituto de Medicina Legal do Porto, segundo anunciou a mesma fonte.

No local estiveram os Bombeiros Sapadores de Gaia, uma equipa de mergulhadores, a Polícia Marítima, os Bombeiros de Coimbrões, o INEM e o Instituto de Socorros a Náufragos.

Facebook
Twitter
Instagram