Autarcas do Executivo, membros da Assembleia Municipal, administradores das empresas municipais, autarcas de freguesia, representantes de várias instituições do Concelho encheram esta manhã o Salão Nobre dos Paços do Concelho para celebrar os 44 anos da democracia em Portugal.

Como habitualmente, as cerimónias comemorativas do 25 de Abril organizadas pela Câmara Municipal de Matosinhos iniciaram-se no exterior do Edifício dos Paços do Concelho com o hasteamento de bandeiras, acompanhado pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de S. Mamede de Infesta.
As bandeiras foram hasteadas pela Presidente da Câmara Municipal, Luísa Salgueiro, pela Presidente da Assembleia Municipal, Palmira Macedo, e pelo presidente da junta da união das freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Pedro Sousa.
A Presidente da Assembleia Municipal de Matosinhos, na sua intervenção, sublinhou “o percurso notável” que Portugal empreendeu desde 1974. “Vivemos incomparavelmente melhor do que há 44 anos. Adquirimos direitos e regalias que pareciam impensáveis a quem viveu antes da revolução”, admitiu Palmira Macedo, lembrando, no entanto, que “o caminho não foi fácil”.
Como já vem sendo tradição, a Câmara Municipal de Matosinhos escolhe o dia 25 de Abril para prestar homenagem a cidadãos e instituições que se destacam pelo seu percurso profissional, pelos padrões de excelência no seu trabalho e pela sua dedicação ao Concelho.
Este ano, a autarquia atribuiu a Medalha de Mérito Dourada ao padre João Matias que este ano completa 50 anos de sacerdócio, à Paróquia da Senhora da Hora e à Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de S. Mamede de Infesta, duas instituições centenárias.

 

Facebook
Twitter
Instagram