Pelo menos 31 pessoas morreram e 54 ficaram feridas no atentado suicida deste domingo contra um centro de recenseamento eleitoral em Cabul.

O autoproclamado Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado suicida que, este domingo, atingiu um centro de recenseamento eleitoral na capital afegã Cabul, anunciou a agência de notícias AMAQ, ligada ao Daesh.
Este é o primeiro ataque em Cabul contra um centro de recenseamento eleitoral para as legislativas de outubro desde o início do processo de recenseamento, a 14 de abril.

Facebook
Twitter
Instagram