O CCOP – Círculo Católico de Operários do Porto e a Associação de Moradores da Bouça acolhem nos próximos dias 24 e 25 duas iniciativas que integram as comemorações do 44.º aniversário da Revolução dos Cravos.

“PORTO 1975” é o nome do cine-concerto que será apresentado no CCOP na véspera do Dia da Liberdade, pelas 21,30 horas, e que contará com a exibição de três curtas-metragens de José Alves de Sousa. Recentemente digitalizados, os três filmes, rodados no Porto entre a primavera e o inverno de 1975, constituem um importante testemunho do contexto social e político da época e deixam vislumbrar o ambiente de confusão, mobilização e expectativa vivido pelas centenas de pessoas que se juntaram em manifestações nesse ano.
Numa coprodução entre o CCOP, o coletivo de artistas Rua do Sol 172 e a Câmara do Porto, os três filmes serão musicados ao vivo por HITCHPOP – trio composto por João Guimarães, Marcos Cavaleiro e Miguel Ramos – e a sessão contará ainda com uma performance de Susana Chiocca.
O bilhete para o cine-concerto terá o preço de 5 euros para o público em geral e de 3 euros para sócios do CCOP.
A segunda iniciativa ocorre já no feriado e realiza-se no âmbito do programa municipal “Cultura em Expansão”. Pelas 17 horas de quarta-feira, o músico B Fachada apresenta na Associação de Moradores da Bouça um concerto de homenagem à maior figura da música de intervenção portuguesa. Depois dos concertos comentados de António Pinho Vargas e Joana Gama, B Fachada protagoniza o terceiro momento do ciclo “Fala-me ao Ouvido” num concerto cujo reportório será exclusivamente composto por canções de Zeca Afonso pois, tal como o músico refere, “os assuntos sobre os quais Zeca Afonso se debruça vêm de há muito e cá continuam”.
Facebook
Twitter
Instagram