O Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia (SNOP) alertou hoje para a situação de “rotura iminente” na PSP, considerando que “a dimensão catastrófica e quase insustentável da instituição” está a comprometer “seriamente a capacidade de resposta”.

O sindicato que representa os oficiais de topo da polícia pediu uma reunião urgente ao Presidente da República, primeiro-ministro e ministro das Finanças para dar a conhecer “as consequências penosas e dantescas que se têm avolumado no seio da instituição PSP”, devido a “uma política com olhar menor para a importância estratégica que representa no aparelho do Estado”.

Facebook
Twitter
Instagram