O Portugal Fashion está a realizar-se pela primeira vez no Parque da Cidade do Porto, junto à orla marítima, abdicando do local habitual, o Centro de Congressos da Alfândega do Porto, devido a uma “dificuldade de agenda”.

O mau tempo registado hoje no Parque da Cidade do Porto provocou estragos e a entrada de água em alguns espaços da “cidade da moda”, do Portugal Fashion, mas a organização afirma que continuam reunidas as condições de segurança.
O diretor de comunicação confirmou que, apesar de a organização ter a preocupação de criar “as melhores condições” para todos, “é verdade que há uma ou outra questão que corre menos bem”.
Perante as más condições climatéricas registadas hoje no Porto, designadamente a chuva intensa e rajadas de vento, a estrutura rangeu e em alguns sítios houve água a escorrer para vários espaços junto à ‘Black Room’, uma das duas passarelas principais para os desfiles de moda.

O Portugal Fashion está a realizar-se pela primeira vez no Parque da Cidade do Porto, junto à orla marítima, abdicando do local habitual, o Centro de Congressos da Alfândega do Porto, devido a uma “dificuldade de agenda”, esclareceu Rafael Alves da Rocha, acrescentando que a organização, contudo, “gosta de surpreender o grande público”, “de criar dinâmica” e “interatividade” para atrair um “conjunto de público diferente”.
O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), desenvolvido em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, e é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização — Compete 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

Facebook
Twitter
Instagram