O Sobreiro Assobiador de Águas de Moura está nomeado para o concurso da Árvore Europeia do Ano. Os resultados são conhecidos esta quarta-feira em Bruxelas.

Com 234 anos, o Sobreiro Assobiador já assistiu a um “número infindável de histórias”. Ganhou a alcunha devido à dimensão da copa que dá suporte a “conjunto imenso de pássaros”.
Logo à tarde, Nuno Calado vai estar em Bruxelas para a cerimónia de entrega de prémios e explicou que a escolha da árvore para a primeira participação de Portugal no concurso europeu recaiu sobre a árvore que simboliza o país.
O secretário-geral da União da Floresta Mediterrânica segue para Bruxelas com esperança de que o sobreiro português conquiste uma boa posição porque “até a votação ficar secreta, na última fase, o nosso sobreiro assobiador ia à frente com cerca de 2500 votos de vantagem face à segunda árvore”.
O Assobiador vive em Águas de Moura há 234 anos. É o maior sobreiro do mundo, de acordo com o livro dos recordes do Guiness. Já foi descortiçado mais de vinte vezes e está nomeado para o concurso da Árvore Europeia do Ano. Os resultados são conhecidos hoje, data em que se assinala o Dia Internacional das Florestas
.
A cerimónia de entrega de prémios pode ser acompanhada em direto através do Facebook do concurso “European Tree of the Year 2018”.

Facebook
Twitter
Instagram