Desde que visitei a cidade do Porto para o meu trabalho no guia fotográfico da gastronomia de Portugal tornei-me um grande fã da sua gastronomia. Baseada em pequenos estabelecimentos, alguns dos quais com mais de um século, esta cidade tem-se tornado um farol gastronómico na Europa.

A verdade é que estes lugares não são, de forma alguma, sofisticados. São frequentados por todas as classes sociais – é normal ver em alguns destes pequenos espaços um bancário a almoçar lado o lado com um carteiro.
Quando conheci o André Apolinário, um dos guias do Taste Porto Food Tours, adorei o seu modo nortenho de ser, a sua forte pronúncia, a forma entusiasta como nos contou a história de cada prato e como ele tratava cada dono dos estabelecimentos pelo primeiro nome. Não se engane, o André gosta tanto do seu trabalho como do cenário gastronómico do Porto, por isso, prepare-se para imergir na revolução gastronómica que está a acontecer nesta cidade.
“Sou um apaixonado pela gastronomia portuguesa. Elaborar uma lista dos 10 restaurantes e tascas do Porto é das coisas mais difíceis que tive de fazer. Não porque me faltem escolhas, mas porque poderia facilmente escolher 50 restaurantes e estaria ainda a deixar de parte alguns… Por isso, encarei isto como encaro as minhas visitas: tentei seleccionar os sítios mais fora do alcance das rotas turísticas e dos sítios mais conhecidos da cidade”, disse André Apolinário.

Facebook
Twitter
Instagram