A Câmara do Porto pretende adiar a conclusão da segunda revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) para finais de março de 2021, a poucos meses do final do mandato, devido a “atrasos no desenvolvimento do processo”.

De acordo com a proposta que o vereador do Urbanismo da Câmara do Porto, Pedro Baganha, leva hoje à reunião do executivo, houve diversos atrasos no processo que deveria ficar concluído dentro de três semanas, quer na homologação da nova cartografia por parte da Direção Geral do Território quer no procedimento de contratação para aquisição de estudos de caracterização e diagnóstico à Universidade do Porto, que se revelou “mais demorado do que inicialmente previsto”.
“O incremento da atividade urbanística na cidade provocou uma pressão nos serviços do urbanismo” e “as dinâmicas da cidade implicaram, também, uma reestruturação da estrutura orgânica municipal” refere o vereador como motivos para apresentar a proposta de prorrogação da elaboração do PDM “por um período de 36 meses, contados a partir do dia 24 de março”.
Na semana passada, em reunião da Assembleia Municipal, o presidente da autarquia, o independente Rui Moreira, afirmou que a revisão do PDM não estaria pronta antes de 2019.

Facebook
Twitter
Instagram